Mater Verbi

Histórico

Corria o ano de 1953, quando o Pe. José Maria Wisniewski, SVD resolveu iniciar um canto que atravessou décadas, viajou países, encantou pessoas, tocou corações. Quando a noite começa no Colégio Academia, ouvimos vozes surgirem em um coro de meninos, vozes que há mais de 60 anos iniciaram um hino de esperança, que se ouve no interior da escola e se propaga para a cidade e para o mundo. É um dos mais tradicionais coros de meninos cantores do Brasil e o mais antigo coral de Juiz de Fora.

Inspirou a constituição do coral o objetivo de louvar a Deus nas missas da Igreja Católica. Assim, vem imprimindo sua marca em meninos, adolescentes e jovens (mais de 800, no total), proporcionando-lhes formação cristã e artística.
O coral é formado exclusivamente por alunos dos ensinos fundamental e médio do Colégio Cristo Redentor-Academia de Comércio. Trata-se de um grupo amador que se distingue pela seriedade com que encara seu ofício e a disciplina profissional com que o exercita.

É, desde sua criação, membro da Federação Internacional dos Pueri Cantores e sócio co-fundador da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil.

Em termos artísticos, sempre primou pelo estudo e execução das mais importantes obras da música de todos os tempos nos gêneros sacro, erudito, popular e folclórico.

Lançou cinco discos fonográficos, sendo dois LP’s e três CD’s. Já se apresentou na Argentina, Uruguai, Alemanha, Itália e Áustria e em vários Estados do Brasil.

O grupo foi agraciado, por duas vezes, com graças expressas do Vaticano. O Beatísso Padre João Paulo II honrou o grupo em 1979 e em 2003 com a “Benção Apostólica”.

Foi contemplado com láureas expressivas, com o primeiro e o segundo lugares em edições do prestigioso Concurso Nacional de Canto Coral, promovido pelo Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro. Seus tentos mais recentemente logrados são a segunda colocação, categoria infantil, e o prêmio de melhor interpretação da “peça de confronto”, no II Concurso Nacional Funarte de Canto Coral, também realizado no rio de Janeiro.
Seu atual regente é Diogo Campos, ex-menino cantor que teve como base a formação musical do coral e atua como músico em quartetos, orquestras e demais formações camerísticas.


Galeria


Agenda

[events_list limit=”10″ category=”24″]


Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem